quarta-feira, julho 21

O mar é a distancia!

Finalmente pode verte!
O meu marroquino (sim como lhe chamamos por ser Tao moreno).
Abraçar-te!
Ter aquele friuzinho na barriga pela longa espera no aeroporto. E estar toda entusiasmada a ver quando tu chegas.
Sempre fui eu que te vi, e desta vez também.

Fui a correr saltei e tu agarraste-me.
Com a tua Tao natural ternura!


Gosto-te muito.

Ai que as saudades apertão depois de mais de 8 messes sem te ver.
Meu avo marinheiro +.+
Meu homem do mar.
Meu marroquino
Meu mulato
Meu Avo


Meu ...

3 comentários:

Maria disse...

Que bom!!
Aproveita-o ;)
bjs grandes

mãeee disse...

Não conseguiria dizer melhor!
beijos grandes em todos

TDelMona disse...

Obrigada :'3