sábado, março 2


Esta noite visitaste-me. Lá estavas tu com o teu chapéu na cabeça a vir na minha direcção com a bicicleta preta. Sorrias, como sempre me sorriste. Entregaste-me o teu sorriso com todo o teu amor, era o teu coração a sorrir, eras tu, verdadeiramente tu. E estavas comigo, aqui. Não eras apenas o ponto mais iluminado do céu nocturno, não , estavas aqui, a iluminar o meu olhar, mas aqui, perto de mim, podia tocar-te , abraçar-te, falar-te. E obtive um toque, um abraço protector, e as palavras tão sabias que tanto me fazem falta. Esta noite senti que não me tinhas morrido á 10 anos, que permaneces-te ao meu lado, que me viste crescer, que leste o meu primeiro texto , que viste o meu primeiro namorado, que me levas-te a ver a lua todas as noites que passaram, hoje revivi o meu passado, mas contigo ao meu lado. Estava protegida, aquecida, feliz, Mas num segundo morreste-me , desaparecer-te do meu sonho e eu senti que morres-te. E acordei a chorar, como não chorava á anos !

1 comentário:

nicolemorais disse...

Está lindo! Mesmo longe, estará sempre perto de ti. Não chores.